Chisinau é a capital da Moldávia e geralmente, é a primeira parada para turistas curiosos que estão se arriscando em conhecer um pouco mais da Moldávia, esse pequeno país do Leste Europeu. 

Levando isso em conta, é preciso entender o que dá para fazer em Chisinau e quais as possibilidades de passeios, hospedarias e até alimentação. 

Então, não perca mais tempo e venha descobrir mais sobre esse pedacinho do planeta que parece estar parado no tempo desde o fim da União Soviética. 

Vamos lá? 

O que fazer em Chisinau 

Centro de Chisinau
Centro de Chisinau

Inicialmente, caso você chegue cansado ou nos horários de pico, pode ser que acabe encontrando uma capital como qualquer outra: um pouco cinzenta, barulhenta e cansativa. 

Mas, não se deixe enganar por essa primeira impressão, Chisinau é um dos grandes pontos de turismo na Moldávia 

Para começar, você não vai encontrar muitas informações sobre a cidade na internet, já que todo o país ainda é pouco conhecido e divulgado pelos turistas. 

Assim, você precisa realmente pisar no solo de Chisinau para ter um panorama real do que a cidade pode oferecer.

Entretanto, como você ainda está planejando a sua viagem, faz todo o sentido conhecer algumas ideias de o que fazer em Chisinau e, por isso, segue um guia fácil. 

Conhecendo o coração de Chisinau 

Mais importante que terminar uma viagem, é entender o que aquele local passou ou mesmo como sobreviveu até os dias atuais. 

Chisinau é o retrato de uma cidade que foi tomada várias vezes ao longo da história, tendo alguns monumentos e prédios apagados bem como alguns que ainda resistem.

Conhecer o coração de Chisinau significa ir até a principal avenida da capital da Moldávia, a B-dul Stefan cel Mare, largar o celular e realmente apreciar as construções. 

É nesse local que você pode ter uma visão bastante clara do povo que realmente mora ali, os costumes e hábitos e algumas construções. 

Afinal, os prédios do governo estão concentrados nessa área. 

Também será nesse coração da cidade que você vai encontrar outras opções de prédios monumentais e possíveis passeios, como: 

  • Teatro Ballet; 
  • Ópera Nacional; 
  • O Parlamento; 
  • Palácio Nacional do Governo; 
  • Arco do Triunfo, datado de 1841. 
Arco do Triunfo de Chisinau
Arco do Triunfo de Chisinau

Chegando um pouco mais na área de reunião central, na praça da cidade, você vai encontrar uma catedral ortodoxa, cheia de ornamentos típicos da religião, muitas velas e uma atmosfera espiritual. 

Seguindo pelas ruas paralelas 

Depois de conhecer um pouco mais da região central e coração da capital da Moldávia, é chegada a hora de ir além. Você pode continuar a pé e dar mais alguns passos em direção as várias ruas paralelas da avenida principal. 

Com isso, você vai ter acesso a construções mais harmoniosas e menos duras do período soviético, mesmo que ainda bastante significativo.

Nessas ruas, é possível encontrar diversos cafés e casas antigas, que datam do século 19 e seguem o estilo russo.

Alguns desses prédios, inclusive, parecem nunca terem sido restaurados e revelam marcas do tempo que fazem parte daquela construção histórica e cultural. 

A dica para os turistas de primeira viagem é aproveitar cada uma dessas ruas para conhecer novas opções de onde comer, principalmente se estiver hospedado próximo à avenida. 

Detalhe importante: mesmo sendo considerado um dos países mais pobres da Europa, a capital Chisinau é bastante segura e limpa, repleta de árvores e pequenos parques com bancos para descanso e sombra. 

Devido a isso, você vai conseguir notar que a melhor alternativa é calçar um sapato confortável e realmente andar pelas ruas, com paradas para hidratação, lanches e fotos. 

Circo Soviético – Ponto alto da cidade 

Um dos pontos altos da cidade de Chisinau para os turistas que querem um pouco mais do que prédios e monumentos é o circo soviético abandonado. 

O local foi inaugurado em 1981 e tinha a capacidade para mais de duas mil pessoas para cada show. A construção é bastante imponente e chama a atenção em meio às árvores. 

Circo Soviético de Chisinau
Circo Soviético de Chisinau

Atualmente, o circo está fechado para visitação e existe a possibilidade de ser reaberto para o público, inclusive para a apresentação de alguns eventos. 

Dendrariun Park 

O Dendrarium park é uma das grandes atrações de Chisinau e abriga o Jardim Botânico da Academia de Ciências da Moldávia. 

O parque fica próximo ao rio Dentrariul, por isso o nome, e guarda muito da flora natural do país.

Na área é feita a coleta de diversas sementes e hortaliças, além de diversos outros tipos de flores e vegetações.

Como resultado, é uma área voltada para leitura e descanso, onde você tem uma bela vista do lado, pode caminhar livremente pela área verde e ainda pode avistar trabalhadores fazendo o recolher de plantas. 

Parque Valea Morilor 

Sendo um dos cantinhos especiais da capital, o Parque Valea Morilor é reconhecido por já ter tido a presença de mamutes.

Ao que tudo indica, a criação do parque ocorreu graças a Leonid Brazhnev, que era um secretário do Partido Comunista do país.

O projeto foi praticamente finalizado ao final do ano de 1950, mas o lago surgiu apenas por volta de 52.

Infelizmente, esse mesmo lago precisou ser drenado em 2006, já que foi constatado uma série de substâncias perigosas na água. Cinco anos mais tarde, o lago foi cheio novamente, como continua até os dias atuais. 

Caso você esteja se perguntando o que fazer no parque, a dica é observar as escadas que tem cascatas de água, que lembram contos de fadas. 

Parque Valea Morilor de Chisinau
Parque Valea Morilor de Chisinau

A extensa vegetação contribui para a sensação de frescor, paz e descanso, além de criar um cenário quase surreal de tão limpo. Você também pode aproveitar as pequenas fontes de água potável ou mesmo o Teatro de Verão, que foi construído em 1957. 

Já a história do mamute começou a ser circulada após o descobrimento de um esqueleto em um dos sítios arqueológicos locais, em 2009. 

Museu Nacional de história da Moldávia 

Todo bom turista sabe que uma viagem não termina até que um museu seja visitado, por isso, aqui está o seu próximo ponto turístico. 

Entendido como um prestígio para Chisinau, o museu abriga milhares de itens valiosos que contam a história de todo o país.

Assim, você pode entender melhor como era a vida durante os anos do controle soviético ou até mesmo antes disso.

Além do mais, o local está cheio de peças que mostram tradições e hábitos antigos, alguns encontrados até hoje em algumas aldeias e vilarejos. 

O museu já foi um antigo ginásio que sofreu sua destruição em 1977, devido a um grande terremoto. A construção do novo prédio foi em 1983, com dois andares e que ainda está em andamento. Ao todo, são mais de doze salas para exposição e mais de 300 mil itens. 

Um destaque está logo à frente do museu, para o monumento de Lupa Capitolina, que representa a loba capitolina com seus dois filhos e fundadores de Roma, Ram e Romulus. 

Mimi Castle (Castelo Mimi)

Se você quer conhecer um dos grandes locais de Chisinau, chegou a hora do Mimi Caste. 

Mimi Castle, o castelo de Chisinau
Mimi Castle, o castelo de Chisinau

Considerado como uma das quinze mais belas construções ligadas ao vinho, a casa funciona desde 1893. 

A construção é obra do último governador da Bessarábia, Constantin Mimi, que começou uma plantação de videiras, que acabou se tornando parte da história e uma lenda local.

Para a visitação, é possível escolher entre os pacotes para um tour guiado até a vinícola. Incluso a degustação de três tipos de vinhos. 

É importante ressaltar que existe um número máximo de pessoas a cada tour e, por isso, a melhor aposta para garantir o seu lugar é comprar antecipado através da página oficial. 

Se você curte o turismo com castelos, visite os nossos conteúdos de Castelos na Eslováquia e Castelos na Eslovênia, para colocar no seu roteiro!

Chisinau Zoo 

Você é fã de zoológico, adora animais ou quer conhecer mais sobre a fauna da capital da Moldávia? 

Então sugiro aproveitar o zoológico de Chisinau!

Dentro do local, você poderá ver as mais diversas espécies de animais, algumas desconhecidas em outros países, como o castor europeu, lince, abutre-preto e espécies de cavalos selvagens. 

Além disso, existem outros animais mais comuns, como os macacos, ursos, aves e leopardos. 

O zoológico é bastante extenso e está em uma área verde da cidade, um pouco mais distante dos centros e casas. 

Devido a quantidade de plantas, todas as estações oferecem um visual único e você pode terminar a tarde próximo ao lago, para descansar um pouco. 

Quando ir para Chisinau

Estátua central de Chisinau
Estátua central de Chisinau

Chisinau não é uma cidade turística como outras que você deve conhecer, por isso, não espere grandes construções voltadas para os turistas. Mesmo assim, caso você tenha curiosidade, é um país que vale a pena conhecer durante qualquer época do ano.

Mesmo o turismo não sendo a principal atividade da Moldávia, é possível ter uma vivência mais comum e simples, para entender como os locais vivem e a história da qual fazem parte.

Ao mesmo tempo, existem outras opções de passeios e pontos turísticos que a cidade oferece, incluindo muito vinho, áreas verdes e prédios.

Portanto, não fique apenas com a primeira imagem do que ouviu sobre Chisinau e vá você mesmo explorar e descobrir esse território escondido entre a Ucrânia e Romênia. 

Em alguns períodos e datas específicas do ano, também acontecem uma série de shows e eventos culturais e/ou musicais. 

Assim, você também pode curtir a noite na capital da Moldávia e garantir agito e muita diversão. 

Onde ficar em Chisinau

Devido a ser uma cidade ainda pouco visitada, é possível encontrar hospedagens bastante acessíveis e muito aconchegantes. 

Um exemplo disso é o Funky Mamaliga Hostel, que é um local bem simples, muito limpo, barato e próximo ao centro. 

Seguindo essa linha de conforto barato, existem outros hostels espalhados pela capital, como o City Center e o Amazin Ionica. 

Por outro, se você prefere hotéis ou pousadas, a dica é apostar no Astoria, City Park Hotel e Mon Ami Villa. 

Também existem algumas opções de apartamentos que podem ser alugados por dia ou temporada, como o Luxury Apartment. 

Outras opções bastante conhecidas, mas que podem sair um pouco mais caras são:

  • Chisinau Hotel; 
  • Nobil Luxury Boutique Hotel; 
  • Hotel Jumbo; 
  • Thomas Albert; 
  • Weekend Boutique; 
  • Olsi; 
  • Vila Verde; 
  • Villa Arus; 
  • Manhattan. 

Importante: os valores podem variar de acordo com a época do ano, descontos promocionais, tempo de permanência, entre outras questões. 

Então, antes de escolher onde você vai ficar, a dica é avaliar o que cada um oferece e optar por aquela com custo x benefício que se encaixe no seu orçamento e necessidade. 

A maior parte dos hotéis, pousadas, hostels em Chisinau ficam na região central ou próximos.

Onde comer em Chisinau

Diversos turistas sofrem quando o assunto é a comida, seja por medo de provar o sabor e as receitas de outros países ou mesmo por não saber onde comer. 

Bom, para começar, você deve saber que a comida em quase toda a Moldávia segue um estilo russo, ucraniano e/ou romeno.  

De maneira geral, a culinária é considerada bastante agradável e atrai todos os paladares, já que possui uma série de pratos doces, carnes, sopas e saladas. 

Uma informação interessante é que o país todo tem o hábito de utilizar a gordura de porco no preparo, por isso, você vai sentir um sabor bastante diferenciado e marcante.

Comida
Vale a pena se aventurar nos pratos típicos da Moldávia

Em Chisinau, você pode encontrar restaurantes bem amplos e com refeições mais sofisticadas, até aqueles mais simples, caóticos ou mesmo pequenos.  

Dois bastante conhecidos na região central são o La Placenta e Andy’s Pizza, que oferece muito mais que pizza, é bastante simples, tem um grande cardápio e é muito barato. 

Um destaque de consumo são as sopas, encontradas em praticamente qualquer lugar e feita com diversos ingredientes diferentes. 

Outras opções interessantes são: 

  • Grill House; 
  • Popasul Dacilor; 
  • Zaxi; 
  • Vatra Neamului; 
  • OSHO; 
  • La Sarkis; 
  • Cerbul; 
  • Gok-Oguz; 
  • Propaganda Café; 
  • Loft; 
  • Jeraffe. 

Ou seja, são milhares de opções para agradar qualquer um. 

Na dúvida, a dica é sempre tentar entender o que é o prato ou do que ele é feito, para evitar de acabar com algum alimento cru, pimentas ou algo que não goste. 

Além do mais, você pode e deve aproveitar os restaurantes e cafés menores espalhados na região central, que podem facilitar o seu passeio e oferecer cardápios mais rápidos e simples. 

Para finalizar, Chisinau é o típico lugar turístico que ainda está em crescimento, mas que já oferece uma variedade de hospedagens e restaurantes que tornam a vida de qualquer turista mais simples. 

Do mesmo modo, não se esqueça de adicionar cada um dos destinos citados no seu guia ou checklist de viagens para conhecer uma parte da Moldávia.