fbpx

Curiosidades da Bulgária: descubra 15 segredos do país que você não conhecia

10 minutos para ler

Conhecer as curiosidades da Bulgária te ajudam a ter um olhar diferente sobre o país. É uma terra maravilhosa, com rico patrimônio histórico e cultural, o que tornou o país bastante atraente para os viajantes nos últimos anos.

A Bulgária tem temporada de verão longa com encantadores resorts à beira-mar, onde os turistas podem desfrutar de praias de areia dourada fina e água azul cristalina do mar, mas também oferece resorts de inverno movimentados com muitas pistas de esqui e fantástica cobertura de neve.

Entre os outros destinos de viagem que chamam a atenção dos viajantes estão a antiga capital Veliko Tarnovo com o seu castelo Tsarevets, a antiga cidade capital de Vidin perto do Rio Danúbio, a cidade artística de Plovdiv e, claro, o centro cultural, financeiro e educacional de o país – cidade de Sófia.

A Bulgária ainda tem aldeias encantadoras, comida deliciosa, natureza incrível, pessoas muito hospitaleiras e é extremamente barata.

Nesse post, vamos trazer fatos bem curiosos sobre o país. Alguns são engraçados, alguns são interessantes e outros são realmente surpreendentes.

Caso queira selecionar as que te interessam, aqui está a lista das 15 curiosidades da Bulgária que vamos discorrer no artigo:

  • A Bulgária é o país mais antigo da Europa;
  • O exército búlgaro nunca perdeu uma bandeira em uma batalha;
  • O tesouro de ouro mais antigo do mundo foi encontrado em território búlgaro;
  • Utilização do alfabeto Cirílico;
  • Mais antiga igreja ortodoxa eslava;
  • Tradição com a gaita de foles;
  • Rosas búlgaras são famosas no mundo todo;
  • Melhor iogurte do mundo;
  • Comida típica da Bulgária – Shopska;
  • Um dos melhores vinhos do leste europeu;
  • Sinais de “sim” e “não” são invertidos;
  • Barba Marta;
  • Bulgária tem esportistas famosos!
  • Primeiro computador digital eletrônico é búlgaro;
  • Rakia, é a bebida tradicional da Bulgária;

Seja como for, aproveite todos eles e faça as malas!

A Bulgária é o país mais antigo da Europa

Estabelecida em 681 AD, a Bulgária também é o único país europeu que não mudou de nome depois do estabelecimento. Outrora casa da tribo trácia, a Bulgária é o país natal de cidades gregas e romanas ao longo da sua existência.

No limite geográfico atual, quase um terço do país é coberto por florestas e para completar grandeza natural, a Bulgária também possui mais de quatro mil cavernas, cavernas e grutas.

Pode surpreendê-lo, mas em 1976 a Unesco classificou o antigo calendário búlgaro como o mais preciso do mundo.

O exército búlgaro nunca perdeu uma bandeira em uma batalha

Uma das melhores curiosidades da Bulgária é a lenda de que os búlgaros se orgulham do fato que o exército nacional nunca perdeu uma bandeira em uma batalha. E não pense que foi por falta de oportunidades, já que o país era bastante ativo no campo de batalha.

A Bulgária participou de muitas guerras na Europa desde o século XIX. Mais tarde, as Forças Aéreas Búlgaras também inventaram e começaram a usar as bombas lançadas durante a primeira Guerra dos Balcãs. Isso aconteceu em 1912.

Mais tarde, a Bulgária conseguiu proteger seus cidadãos judeus (mais de 40 mil pessoas) durante a loucura da Segunda Guerra Mundial.

Outra curiosidade dentro da curiosidade é que a primeira mulher no mundo que participou de uma luta militar foi búlgara – a piloto da Força Aérea, Rayna Kasabova.

O tesouro de ouro mais antigo do mundo foi encontrado em território búlgaro

Pelo que os historiadores sabem até agora, a civilização de Varna foi a primeira a descobrir a arte da ourivesaria. O tesouro foi descoberto na Necrópole de Varna, dentro de uma série de quase 300 túmulos e a quantidade de ouro encontrada lá excedeu todas as expectativas.

Durante a escavação foram encontrados mais de 3000 artefatos de ouro sendo mais de 6000 anos de idade, como a necrópole foi datada em torno de 4560-4450 aC. Muitos outros tesouros de ouro foram encontrados na Bulgária e muitos deles são exibidos para o público e para passeios ao redor do globo.

Utilização do alfabeto Cirílico

A Bulgária é o país de origem do alfabeto cirílico e os búlgaros leem e escrevem usando essas letras. O alfabeto cirílico foi criado no século IX na Escola Literária de Preslav, pelos missionários cristãos Cirilo e Metódio (e mais tarde anunciados santos), que queriam melhorar a alfabetização dos pagãos eslavos durante o Primeiro Império Búlgaro.

Os dois irmãos são celebrados no dia 24 de maio, no dia da literatura e cultura búlgara.

Outra curiosidade da Bulgária a ser mencionada é que ele é o primeiro país que entrou na União Europeia usando o alfabeto cirílico. Graças a isso, cirílico se tornou o terceiro alfabeto oficial da União Europeia.

Mais antiga igreja ortodoxa eslava

A mais antiga igreja ortodoxa eslava é a Igreja Ortodoxa da Bulgária. Um ponto obrigatório do turismo religioso no país é o Mosteiro de Rila, onde é exibida a Cruz de Rila – uma cruz de madeira com 140 cenas microscópicas da Bíblia e mais de 1.500 figuras (não maior que um grão de arroz).

Falamos do Mosteiro de Rila e outros pontos turísticos no texto o que fazer na Bulgáriacaso tenha curiosidade!

Tradição com a gaita de foles

A Bulgária é a única outra nação no mundo além da Escócia e da Irlanda que usa gaitas de foles. O instrumento musical é conhecido como kaba gaida em búlgaro e é geralmente feito de couro de cabra ou ovelha, ligado a um tubo com três seções, um tubo de sopro e um tubo mais curto.

Em maio de 2012, 333 tocadores de gaita-de-foles búlgaros tocaram uma mistura de 9 minutos de canções folclóricas, estabelecendo um recorde mundial na performance de gaita de foles reconhecida pelo Guinness Book of Records, um marco das curiosidades da Bulgária.

Rosas búlgaras são famosas no mundo todo (mesmo que você não saiba)

As rosas búlgaras são o símbolo do país, bem como um item de grande exportação. As pétalas das rosas não são apenas bonitas, mas também fornecem aproximadamente 85% das quantidades de óleo de rosas do mundo.

O óleo de rosa produzido na região de Kazanlak, conhecido como o Vale das Rosas, é muito importante, pois é um ingrediente importante na indústria e na produção de perfumes. A colheita das rosas é feita em maio e junho e o trabalho é duro.

Melhor iogurte do mundo

O iogurte búlgaro é conhecido por ser o melhor do mundo graças ao seu sabor fantástico. É devido à bactéria Lactobacillus bulgaricus, encontrada apenas no ar búlgaro.

Esta bactéria dá ao iogurte sua consistência e sabor únicos. Especialmente bom para a saúde é o iogurte de ovelha, que é grosso e vai bem com geleia e mel.

Comida típica da Bulgária – Shopska

O prato nacional é a salada Shopska, feita de pepino em cubos, tomate, pimentos crus ou assados ​​e polvilhada com queijo branco salmoura búlgaro.

O molho da salada é feito de óleo de girassol e vinagre de vinho tinto. A salada combina perfeitamente com a rakia de bebida alcoólica nacional, feita a partir de várias frutas.

Um dos melhores vinhos do leste europeu

Embora pequena em tamanho, a Bulgária tem um clima excelente e está entre os maiores produtores de vinho do mundo. Todos os anos o país produz cerca de 200.000 toneladas de vinho de excelente qualidade.

Sinais de “sim” e “não” são invertidos

Os búlgaros acenam com a cabeça de um jeito diferente do resto do mundo. Isso muitas vezes leva a situações hilariantes e é tema de muitas conversas entre búlgaros e estrangeiros que visitam o país.

Os nativos acenam com a cabeça para cima e para baixo para dizer “não” e balançam a cabeça horizontalmente para dizer “sim”. Essa tradição de concordar remonta aos dias em que o país estava sob o domínio otomano.

Se você for na Bulgária e quiser falar com um local, peça para que ele responda “sim” ou “não” com a voz, até porque, os búlgaros são piadistas reconhecidos…

Barba Marta

Uma das curiosidades da Bulgária que remetem à cultura do páis é que os búlgaros adoram celebrar Baba Marta no dia 1º de março – um feriado pagão que dá as boas-vindas à próxima primavera.

Nesse dia, os búlgaros dão um ao outro martenitsa – pulseiras de fios brancos e vermelhos, que devem ser usados ​​até que se veja uma cegonha ou uma árvore florida.

Bulgária tem esportistas famosos!

A seleção nacional de futebol da Bulgária conquistou o quarto lugar na Copa do Mundo de 1994 nos Estados Unidos. O jogador de futebol mais famoso do país é Hristo Stoichkov, que também foi o maior goleador da Copa do Mundo de 1994.

Outras celebridades do esporte incluem a atleta de salto alto Stefka Kostadinova (com seu salto sensacional de 2,09 metros de recorde), o lutador de sumô Kaloyan Mahlyanov, a tenista Tsvetana Pironkova e o grande mestre de xadrez Veselin Topalov.

Primeiro computador digital eletrônico é búlgaro

Você sabia que o primeiro computador digital eletrônico foi inventado por John Vincent Atanasoff, físico e inventor da ascendência búlgara?

Além disso, o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, também tem origem búlgara e acredita-se que ele foi tem esse nome em homenagem ao seu avô búlgaro – Marko, que emigrou para os Estados Unidos em 1940. Outra das curiosidades da Bulgária é que eles também inventaram o airbag do carro e o relógio digital.

Rakia, é a bebida tradicional da Bulgária

Para fechar as curiosidades da Bulgária, esta bebida alcoólica pode ser considerada a bebida nacional do país. Feita a partir de fruta fermentada, a rakia constitui entre 40% de teor alcoólico (quando produzida por uma destilaria) até 80% ou mais (quando caseira).

A bebida pode ser feita a partir de peras, ameixas, uvas, pêssegos, damascos ou mesmo de frutas mistas. Normalmente rakia é servido no início de uma refeição junto com shopska.

Ao beber rakia, os búlgaros brindam uns aos outros, tilintando seus copos e dizendo “Nazdrave” (Para sua saúde!). Caso queira se juntar à tradição. certifique-se de fazer contato visual direto ao fazer isso!

Agora você tem razões suficientes para fazer turismo na Bulgária e caso for à Europa, não deixe de tirar uns dias para relaxar em suas praias arenosas ou esquiar ao longo de suas montanhas.

Visite SofiaPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário