Sofia, a capital da Bulgária, é um destino fabuloso! Uma das referências no turismo na Bulgária pelas ruínas romanas sobre o centro da cidade, inúmeras áreas verdes, pessoas amigáveis e comida tradicional incrivelmente deliciosa.

Além de tudo isso, Sofia também é um paraíso para quem viaja com orçamento limitado. O que mais você pode pedir?

Embora os principais pontos turísticos estejam concentrados no centro da cidade e possam ser vistos em 48 horas, há muitas coisas para fazer em Sofia e na área circundante.

Então, como sempre, quando você tem pouco tempo para gastar em uma determinada cidade, você deve planejar seu tempo com sabedoria para ter certeza de aproveitar ao máximo!

E nesse post vamos te ajudar com isso! Se você quer saber o que fazer em Sofia, quais os melhores pontos turísticos da capital e algumas dicas de hospedagem, segue com a gente!

O essencial de Sofia, Bulgária

Sofia é a capital da Bulgária e sua maior cidade. Fundada há milhares de anos, hoje a cidade continua a se desenvolver como o centro cultural e econômico do país. Atualmente, a cidade tem uma população de 1.250.000.

Sofia está localizada na parte ocidental do país, na planície de Sófia e nas encostas mais baixas do Monte Vitosha. A altitude média da cidade é de 550 metros acima do nível do mar, o clima é moderado e continental, caracterizado por invernos frios e verões frescos.

A temperatura média em janeiro é 1 grau abaixo de zero centígrados, e a temperatura média de julho é de 20 graus.

A cidade está localizada em uma encruzilhada estratégica. A rota da Europa Ocidental para Istambul passa por Sofia via Beograd e Skopje, depois por Plovdiv até a Turquia. Sofia também conecta o Oriente Próximo e o Oriente Médio, entre as margens do Danúbio e as margens do Mar Branco, por um lado, e entre o Mar Negro e o Mar Adriático, por outro.

Como chegar em Sofia?

Se você estiver na Europa, há uma variedade de voos baratos para Sofia, ou se você preferir, uma viagem de trem é uma ótima experiência.

Para sair do Brasil, não existe nenhum voo direto para Sofia. Em todos os itinerário é preciso fazer uma conexão em alguma capital da Europa, como Paris na maioria das vezes ou mesmo Amsterdam. Nesses aeroportos, ou se troca de aeronave da Air Bulgária, às vezes operada pela Air France ou KLM.

Se chegar de avião, você tem várias opções para entrar na cidade de Sófia: um táxi privado (<20 dólares); o sistema de metrô – Linha1 e vários ônibus.

Como as rotas mudam com frequência, é melhor consultar o centro de informações nas chegadas, que também ajudarão na compra dos ingressos.

Como se locomover por Sofia?

Caminhar é definitivamente a melhor maneira de explorar a cidade. Os táxis têm uma reputação ruim, por serem caros para turistas (mas melhorando). Lembre-se que todos os táxis devem ser amarelos e operar com o taxímetro ligado.

Além disso, o transporte público é bem eficiente. O Sofia Urban Mobility Center é responsável pela operação de todos os bondes, ônibus e bondes da cidade. Os ingressos são vendidos em quiosques nas principais paradas de ônibus e bancas de jornal, e devem ser validados a bordo usando os perfuradores de metal perto das janelas.

Passes ou cartões de trânsito, válidos por um dia, cinco dias ou um mês, também estão disponíveis. Karta (cupons de 10 bilhetes) são válidos em bondes, ônibus, metrô e trólebus.

O que fazer em Sofia?

A capital da Bulgária tem muitas histórias para contar, e cada atração histórica lhe dará uma nova perspectiva sobre o passado complicado de Sofia.

As igrejas passaram vários séculos de sua existência como mesquitas até se tornarem igrejas católicas ou igrejas ortodoxas, a arquitetura soviética predominante ou a história romana que ainda está sendo descoberta e se mistura com a cidade moderna.

Muitos dos edifícios que você verá são do renascimento búlgaro no final do século XIX, quando o país recuperou sua independência dos otomanos. E sempre ao sudoeste se ergue a monumental Montanha Vitosha.

Aqui estão as melhores coisas para fazer em Sófia:

Catedral de Alexander Nevski

A grandeza deste edifício irá surpreendê-lo. Dentro de St. Alexander Nevski tem espaço para 10.000 pessoas e é a segunda maior catedral da região dos Bálcãs.

Tal como acontece com grande parte da grande arquitetura de Sófia, a catedral da cidade data da década de 1880. Isso foi logo depois da derrubada dos otomanos e do restabelecimento do estado da Bulgária.

Foi originalmente dedicado aos soldados russos que perderam suas vidas no curso dessa libertação.

Todos os dias, muitos moradores locais acendem velas e desejam saúde para suas famílias. Não é preciso mais do que alguns minutos para fazê-lo, e é definitivamente uma das coisas obrigatórias a fazer em Sofia Bulgária.

Quando estiver dentro, olhe para o teto da cúpula principal, que tem um mural do Senhor Deus do Sábado. A cripta aqui é aberta aos visitantes e tem uma grande coleção de ícones.

Montanha Vitosha

Subindo a mais de 2.200 metros atrás dos subúrbios do sudoeste de Sofia está Vitosha, um pico monumental em um parque natural, prometendo mais aventura do que você jamais poderia fazer em uma única viagem.

A maneira mais fácil de acessar o Vitosha é via Aleko, a estação de esqui da montanha, que é onde o teleférico de Simeonovo vai deixá-lo.

A partir daí, a caminhada até o Black Peak de Vitosha é surpreendentemente leve quando o clima é bom na primavera ou no outono, já que o pico é parte de um grande planalto que parece durar para sempre graças ao seu gradiente raso.

Claro, você não precisa ir tão longe para uma visão incrível e vertiginosa de Sofia.

Caminhe pela Avenida Vitosha

A rua mais chique do centro de Sofia, a Avenida Vitosha, é onde todas as boutiques e casas de moda são agrupadas.

Se você não é um cliente sofisticado, pode se consolar com as vistas impressionantes da Montanha Vitosha, que é coberta por uma camada de neve durante a maior parte do ano e emoldurada pelos prédios altos da rua.

É um lugar completamente agradável para passar algumas horas; os cafés ao longo do passeio têm assentos ao ar livre e nos últimos anos os postes de iluminação, bancos e quiosques foram redesenhados em um elegante estilo art nouveau, lembrando os primeiros anos do renascimento búlgaro.

Rotunda de São Jorge

O coração da antiga Serdica e o edifício mais antigo da moderna Sofia, esta igreja de tijolo vermelho foi construída nos anos 300s.

É uma maravilha que este edifício tenha sobrevivido por tanto tempo, e ao redor são pequenos detalhes interessantes que atingiram a grande era romana e civilizações que passaram por aqui.

Aconselho que você entre para ver os afrescos medievais detalhados que foram pintados pelos otomanos quando a igreja foi convertida em uma mesquita em 1600.

Estes só foram redescobertos e restaurados nos anos 90. Lá fora você pode ver as lajes de uma rua romana e outros vestígios da antiga Serdica.

Teatro Nacional Ivan Vazov

Os arquitetos vienenses Helmer & Fellner, responsáveis ​​por um catálogo de prédios extravagantes em toda a Europa Central, construíram este teatro em 1909.

O Teatro Nacional é uma grande construção neoclássica e é um dos edifícios mais ornamentados de Sofia. A sua estrutura imponente é uma visão icônica para a Bulgária, aparecendo até nas cédulas!

O diretor chefe é Alexander Morfov, responsável pelas aclamadas adaptações da língua búlgara e russa de Dom Quixote e Shakespeare, que acontecem aqui e na Rússia.

Anfiteatro de Serdica

O anfiteatro romano de Sófia não foi descoberto até 2004. Em sua época, era uma das maiores do Império Romano, realizando lutas de gladiadores e batalhas terríveis contra homens selvagens.

O que também é interessante sobre essa arena é a maneira como ela teve três vidas: primeiro foi um teatro, depois um anfiteatro que foi saqueado pelos godos e agora, é parte da arquitetura da cidade.

Nos anos 400 a arena foi reconstruída, mas foi abandonada pouco tempo depois. Depois que foi desenterrado, ele se integrou ao design do hotel Arena di Serdica, mas os visitantes da rua estão livres para olhar as ruínas da galeria especialmente projetada do hotel.

Park Vrana

Estes são os fundamentos da casa senhorial do aristocrata Simeão II, que foi o czar da Bulgária de 1943-46 antes de ir para o exílio. Depois de retornar, ele foi primeiro-ministro de 2001-2005.

A propriedade está aberta apenas nos finais de semana e você não pode entrar em nenhum dos edifícios, mas os jardins paisagísticos são um dos locais mais tranquilos de Sófia.

As visitas guiadas multilíngues ocorrem a cada hora e oferecem divertidos trechos sobre o palácio e seus jardins.

Por exemplo, a propriedade já teve um zoológico exótico, incluindo os primeiros elefantes da Bulgária, que eram usados ​​para jardinagem nos jardins!

Sinagoga de Sófia

Sofia tem a maior sinagoga da região dos Balcãs e a terceira maior da Europa.

Foi construído para a considerável população judaica sefardita de Sófia em 1909 e o czar Ferdinando I da Bulgária estava aqui quando foi inaugurado.

Mais de 1.000 pessoas podem entrar dentro deste edifício cavernoso que está no estilo mourisco Revival inspirado no antigo templo sefardita em Viena, destruído em 1938.

Entre e veja a exposição permanente sobre a história das comunidades judaicas da Bulgária.

Mesquita Banya Bashi

Se você chegar fora dos horários de oração, pode visitar a única mesquita de Sófia.

Foi projetado por Mimar Sinan, o arquiteto turco de definição de época responsável por obras espetaculares em todo o Império Otomano durante este período.

O Banya Bashi é de 1576, construído no início do período otomano da cidade. O nome vem dos banhos minerais de Sofia, que atraíram visitantes em toda a região durante os anos 1500.

A mesquita pode caber 700 adoradores, e se você passar nas sextas-feiras, você notará muitos retardatários do lado de fora ouvindo através do alto-falante externo da mesquita.

Bônus: Vida noturna!

Sofia tem uma vida noturna muito agitada e assim como outras cidades que falamos nesse blog, como Bratislava e Liubliana, Sofia é conhecida e muito visitada pelas suas boates e bares.

Alguns bares e clubes legais são o Roderic, o One More Bar, o Terminal 1, o Switch, o Bedroom, etc. Participe de um Pub Crawl para fazer um tour pelos melhores lugares!

Se você quiser mergulhar completamente no estilo de vida local em Sofia, então você pode ir para chalgoteka. Chalgoteka é um clube que toca “chalga”, um tipo de música que é amada por muitos búlgaros. As letras das músicas são ridículas e os cantores parecem mais estrelas pornô. Mas é definitivamente uma experiência real de pubs búlgaros!

Onde ficar em Sofia

Hotel Complex Aris & Adria Sofia

Com um restaurante e um centro de spa, o Hotel Complex Aris & Adria goza de uma localização tranquila, a 5 minutos a pé da Estação Rodoviária Central de Sofia e da Estação Ferroviária Central de Sofia.

Todos os quartos do Hotel Complex Aris & Adria são tem ar condicionado e Tv a cabo. Algumas unidades possuem uma varanda. Os banheiros privativos incluem chuveiro, secador de cabelo e amenidades de banho gratuitas.

O hotel fica a 1,5 km do shopping center de Sofia e a 1,4 km do jardim da cidade. Você estará a 10 minutos a pé do centro da cidade e a 10 km do Aeroporto de Sofia.

Hotel Anel Sofia

O Hotel Anel está situado no centro de Sofia, oferecendo quartos espaçosos e um serviço espetacular! É um dos hotéis mais procurados de Sofia.

Todos os quartos estão decorados com cores vivas, móveis exclusivos e obras de arte originais. As casas de banho privativas incluem uma banheira e produtos de higiene pessoal gratuitos.

Casais particularmente gostam da localização – eles avaliaram 8,6 no site Booking para uma viagem de duas pessoas.

Gloria Palace Hotel Sofia

O Gloria Palace Hotel está localizado no centro de Sófia, ao lado do Central Mineral Bath e a 1 minuto a pé do Mercado Central e a 5 minutos a pé da Praça Nezavisimost e do Prédio da Presidência.

A Lions Bridge fica a 4 minutos a pé e a Estação Ferroviária e Rodoviária Central fica a 10 minutos. Além disso, você estará a 5 minutos a pé da Estação de Metrô Serdika.

Ramada Sofia

A 12 km do Aeroporto Internacional de Sofia, perto da Estação Central de Trem e da Estação Rodoviária Internacional, o hotel desfruta de uma localização conveniente e ganhou o prêmio Best Convention Hotel da Bulgária em 2009.

Um serviço de translado para o aeroporto está disponível mediante pedido e por um custo adicional.

O Ramada Sofia oferece espaçosos quartos equipados com canais por cabo / satélite, secador de cabelo e chuveiro, além de banho turco e Wi-Fi gratuito.

Mostel Hostel – Opção de mochileiros

Convenientemente situado, o Hostel Mostel Sofia permite fácil acesso aos melhores pontos quentes de Sófia. Dispõe de quartos confortáveis ​​com banheiro privativo e cozinha compacta.

O Hostel está situado num edifício renovado do século XIX, desfrutando de uma localização tranquila no centro de Sófia. A estação de metrô de Serdika fica a 10 minutos a pé.

Visite Sofia